Você sempre quis se matricular em uma escola de inglês, mas nunca teve condições ou oportunidades? Essa é a realidade de muitos pais, que certamente não desejam que seus filhos passem pela mesma dificuldade. Afinal, estudar um novo idioma é importante para o desenvolvimento completo de um indivíduo. Mas na hora de escolher uma escola de inglês, é preciso segurar a ansiedade.

Uma instituição de ensino de boa qualidade pode fazer a diferença de forma positiva na vida de uma criança. Em sentido contrário, uma escola sem qualidade pode ter o efeito adverso. Por isso, pontuamos algumas dicas para você não errar ao escolher uma escola de inglês para seus filhos.

Confira!

Por que se preocupar ao escolher uma escola de inglês para seus filhos?

Uma pessoa que deseja se matricular em uma escola de inglês deve ter alguns propósitos, certo? Quando pensamos em adultos que iniciam tal aprendizado, logo fazemos a conexão com lazer e trabalho. Inclusive, saber o idioma global para viajar ao redor do mundo ou apenas pelo gosto de aprender são bons propósitos, assim como fazer um curso fora do país.

No entanto, inevitavelmente, pensamos que aprender inglês de forma tardia não é a melhor opção. Mesmo não existindo uma idade ideal para estudar inglês, os pais sabem a importância do aprendizado o quanto antes. Por isso, desde cedo, se preocupam em escolher uma escola de inglês para seus filhos.

A preocupação é bastante relevante.

Muitos desejam que seus filhos tenham liberdade para se desenvolver dentro do Brasil ou fora dele. Caso surja uma oportunidade de morar em outro país, seja para estudo ou trabalho, a falta do inglês não deve ser empecilho. Dar aos filhos inúmeras possibilidades diante da vida é, realmente, uma prioridade.

Sabemos que, em um futuro breve, o inglês será inserido de forma bastante natural em nossas vidas. Com a transformação digital, o futuro do mercado de trabalho traz uma grande aproximação com a tecnologia. Isso significa lidar com termos em inglês a todo o momento, certo? Não à toa, saber o idioma de forma fluente é imprescindível para melhor inserção no mercado de trabalho.

Todo esse contexto de oportunidades e demandas já explica a preocupação em escolher uma escola de inglês para os filhos. E, claro, existem muitos pontos para se avaliar em uma instituição de ensino de idiomas.

O que avaliar antes de matricular os filhos em uma escola de inglês?

Quando pensamos em escolher uma escola de inglês, precisamos pensar em tudo aquilo que é prioridade. Inicialmente, liste tudo aquilo que você não abre mão. A instituição precisa estar próxima ao seu trabalho ou à sua moradia? O espaço físico deve ter algo específico?

Responder perguntas como estas ajuda a esclarecer seus desejos e facilita a busca.

Se você não faz ideia do que avaliar antes de matricular seu filho em uma escola de inglês, separamos alguns pontos a seguir.

Ensino de qualidade

O ensino de qualidade é uma prioridade na hora de escolher uma escola de inglês. A instituição deve dispor de um bom material didático dentro e fora de sala. Apostilas, livros, aulas online, vídeos e outros meios devem ser bons o suficiente para garantir a eficiência do método. Mas isso não é o mais importante.

Na hora de fazer a matricula em uma escola de inglês, a questão mais fundamental é a qualificação dos professores. Eles são certificados? Eles têm experiência com a faixa etária que estão ensinando e são realmente da área de educação ou somente bons falantes da língua? Ser um bom falante da língua inglesa é uma qualidade importante de um bom professor, mas não a única.

Tudo isso deve ser avaliado. Afinal, um bom professor é um dos pilares básicos de uma aprendizagem de sucesso para seus filhos, pois orientam e gerenciam o conhecimento. 

E como avaliar os professores, se você não conhece como eles são na sala de aula? Veja a seguir nossas dicas:

  • Confirme o nível de qualificação mínimo dos profissionais: um bom professor de inglês, independentemente de ser brasileiro ou nativo de outro país, deve ser capaz de gerenciar os conhecimentos. Para isso, é preciso ter capacitação técnica, como ter licenciatura em Letras, certificação de proficiência (comprovam o nível de inglês) e certificações de ensino de inglês (comprovam a capacidade técnica para ensinar).
  • Verifique como é feita a seleção de profissionais e quais os requisitos para contratação: a escola deve exigir alguma formação dos professores, questionando se eles estão atualizados com o mercado (inclusive quanto aos métodos e abordagens de ensino) e se há estímulo para a capacitação continuada.

  • Conheça a opinião dos professores sobre o curso e a instituição: profissionais tendem a trabalhar melhor quando se identificam com a empresa. A probabilidade de um professor motivado criar aulas mais interessantes é grande.

Com essas perguntas, você saberá se o ensino tem qualidade e se determinada instituição é uma boa opção ao escolher uma escola de inglês.

Estrutura física

Outra questão que deve ser avaliada na hora de escolher uma escola de inglês é a estrutura física. Professores e alunos são o cerne de qualquer instituição de ensino, mas o ambiente exerce importante papel no aprendizado

A estrutura física deve facilitar a gestão de conteúdo pelo professor, ao mesmo tempo em que propicia maior compreensão do idioma pelo aluno. E isso depende de uma série de fatores.

As salas de aula devem ser confortáveis e com iluminação que favoreça o aprendizado. Eventuais salas multimídia e bibliotecas devem ser bem equipadas, com recursos modernos. Se existir um espaço de convivência, a comunicação natural em inglês entre os alunos pode ser encorajada..

Nesses locais, os alunos interagem entre si, desenvolvendo também habilidades sociais.

Antes de fazer uma escolha, visite a unidade em que pretende matricular seus filhos. Avalie todos os recursos disponíveis e conclua se ela será capaz de entregar um ensino de qualidade. Você pode, por exemplo, visitar algumas das unidades do Centro Britânico para entender o que avaliar.

Metodologia da instituição

Se você já avaliou que a escola possui ensino de qualidade e boa estrutura física, é hora de passar para a análise da metodologia da instituição.

Cada escola possui uma proposta de ensino, pois existem diversas maneiras de aprender. Diante de tantas possibilidades, você precisa conhecer qual a metodologia que a instituição adota antes de fazer sua escolha de escola de inglês. A abordagem aplicada está de acordo com o que você espera?

Vamos pensar juntos. Há escolas que optam por métodos tradicionais na maior parte do tempo. Isso significa que os alunos são expostos passivamente ao conteúdo teórico nas aulas e têm pouca participação ativa no processo de aprendizagem. Métodos mais inovadores adotam formas ativas de aprendizagem, focadas na autonomia e na interação do aluno

Existem algumas perguntas a serem feitas para entender a metodologia proposta pela escola. São elas:

  • Os professores trabalham com reincidência de informações ou têm uma abordagem construtivista? O quão ativamente o aluno participa das aulas? Eles realmente “colocam a mão na massa” ou passam a maior parte da aula ouvindo explicações?

  • Existe foco em alguma habilidade de comunicação ou a ideia é trabalhar o conjunto de habilidades comunicativas (leitura, escrita, compreensão oral e fala)?

  • A escola oferece algum tipo de curso focado em um determinado objetivo, como Business English?

  • Posso assistir uma aula demonstrativa para entender melhor as dinâmicas de uma aula?

  • As turmas são separadas por idade e/ou por nível de proficiência?

  • Quais os recursos tecnológicos disponíveis para o aprendizado?

  • Quais recursos os professores têm disponíveis nas aulas?

  • O foco do ensino é presencial, online ou híbrido?

  • Qual o formato das avaliações?

Saber sobre a metodologia e o projeto pedagógico da instituição é conhecer a filosofia de ensino, algo fundamental ao escolher uma escola de inglês.

Isso dá uma boa noção sobre o tipo de aluno que ela prioriza formar. Identificar quais são os valores e as prioridades que a instituição tem na formação de seus alunos pode te ajudar na escolha de uma escola que melhor atenda suas expectativas.

Segurança

Uma questão que alguns pais deixam passar em branco na hora de escolher uma escola de inglês é a segurança. Uma instituição perto de casa pode ser a ideal, mas será que a região é segura? Às vezes, é melhor optar por uma escola um pouco mais longe, desde que ela ofereça segurança para seus filhos. Porém, tudo depende da gestão da escola — um ponto ao qual você deve se atentar.

Algumas instituições apresentam grande preocupação com esse aspecto. Por isso, no seu quadro de colaboradores, existem seguranças para ficar de olho no entorno. Além dos profissionais, investem em soluções modernas, como câmeras integradas de segurança e outras tecnologias. 

Na visão dessas escolas, os pais devem se sentir seguros em deixar seus filhos sob a responsabilidade da instituição. Nada melhor do que ter profissionais especializados e capacitados para garantir a segurança de todos na escola.

Comprometimento com o resultado

Uma escola com qualidade no ensino certamente é comprometida com o resultado. E essa é uma das questões que deve ser avaliada ao escolher uma escola de inglês. Uma instituição não deve ter como prioridade captar novos clientes a todo o custo. Sua prioridade deve ser o desempenho dos atuais alunos, porque isso, por si só, estimula a fidelização do público.

Neste contexto, avalie se a escola de idiomas investe em seus alunos e sente orgulho deles. Existem formas de incentivar o estudo, com iniciativas nas quais o foco é voltado para a aprendizagem do aluno, tais como aulas de apoio, eventos educacionais e projetos. Eventos também podem auxiliar o desempenho dos estudantes ao promover a interação. Além disso, intercâmbios e simulados para exames com certificados de proficiência também são meios de engajar os alunos e estimular o aprendizado.

Por fim, não se esqueça de entender como é feita a formação das turmas. Elas devem possuir nível de proficiência correspondente ao de seus filhos, além de mesma faixa etária. Devem, também, ter um número adequado de alunos que permita ao professor gerenciar a entrega de conteúdo da melhor forma. No mesmo sentido, deve promover interação entre alunos. 

Avalie todos esses pontos que refletem o comprometimento com o resultado antes de escolher uma escola de inglês.

Reputação

Para finalizar nossas dicas na hora de escolher uma escola de inglês para seus filhos, não se esqueça de avaliar a reputação da instituição. Existem grandes escolas de idiomas, com bastante tradição, como o Centro Britânico que está há 51 anos no mercado

Mas não é interessante avaliar somente o tempo de existência. O ponto central é ver se existe um histórico de sucesso. Uma escola com muitos anos de vida pode se tornar obsoleta caso não acompanhe as atualizações e evoluções da área. 

Por isso, veja se ela consegue entregar conteúdo de forma consistente, moderna, eficiente e diferenciada. Uma boa reputação é construída com constante reciclagem profissional, adequação da infraestrutura às exigências do mercado, treinamento de toda equipe pedagógica, e atendimento personalizado.

Você pode estar se perguntando como avaliar a reputação, certo? O primeiro passo é procurar relatos de outros pais de alunos na internet ou procurar pessoas conhecidas que já passaram pela escola. Peça opiniões sobre todos os pontos que mencionamos anteriormente, isso fará você entender se o ensino realmente é qualificado e se a escola se compromete com o resultado. 

Além de buscar por opiniões de outros alunos, avalie se existem queixas de consumidores nas redes sociais. Sites, como Reclame Aqui, também podem ser um bom termômetro para avaliar o que pensam sobre a imagem da escola de inglês. Se você estiver com dúvidas, certamente conseguirá tirá-las a partir das opiniões de terceiros. 

E não se esqueça de considerar a satisfação dos professores.

Escolher uma escola de inglês é um momento muito importante para os pais. Essa escolha interfere em toda a caminhada de aprendizado dos filhos, desde a infância até a vida adulta. Considerando as exigências do mercado de trabalho futuro, é especialmente importante ter uma escola de alta qualidade para acompanhar a jornada da educação.

Ensino de qualidade, estrutura física, metodologia da instituição, segurança, comprometimento com o resultado e reputação são questões que você deve avaliar com critério. Caso pense em outros fatores, considere-os também. Apenas mais um ponto importante: avalie sempre o custo-benefício.

Nem sempre a escola mais barata ou mais cara trará os resultados que você espera. 

Na dúvida, confira com a escola de inglês se existe a possibilidade de realizar uma aula experimental. Caso seja possível, basta pegar a opinião dos seus filhos sobre a experiência. Certamente, se ele gostou da aula demonstrativa e do professor, já deu um grande passo rumo ao aprendizado

Que tal começar fazendo um teste com a Aula Grátis do Centro Britânico?

Comentários: