Ter inglês fluente é uma necessidade para quem deseja estar no mercado de trabalho. E não é preciso esperar alguns anos para que a habilidade seja exigida como requisito obrigatório. O idioma universal já deve integrar o currículo dos profissionais que desejam se destacar em suas profissões.

Por este motivo, os pais apresentam grande preocupação em colocar seus filhos o quanto antes em uma escola de idiomas. No mesmo sentido, jovens e adultos buscam novas capacitações no inglês para ampliar suas possibilidades.

Qualquer que seja o público, é preciso avaliar o método de ensino, que indica a forma do aprendizado. No Centro Britânico, utilizamos um método de ensino que garante aos alunos ter o inglês fluente ao término do curso. Conheça um pouco mais sobre nosso método, mas antes compreenda as diferenças entre as metodologias de ensino!

Diferenças entre métodos de ensino

Antes de entender os métodos de ensino, é preciso saber o que é abordagem de ensino. A abordagem traz as teorias e os princípios que formam a base de um sistema de ensino. Ela é o resultado de pesquisas em torno de uma área do conhecimento. 

O método de ensino de uma escola é a aplicação da abordagem de ensino no material e nas aulas. De uma única abordagem, podem ser desenvolvidos vários métodos, que consideram os conceitos dela.

As abordagens podem focar em teoria, em conversação, ter ou não ensino de gramática. Há também escolas que mesclam as abordagens. Por isso, para ter um inglês fluente, o aluno deve escolher bem a escola que mais se adequa às suas necessidades.

Por isso, ao invés de falar dos métodos de ensino possíveis, vamos falar das diferentes abordagens no ensino de inglês. Veja as principais:

  • Tradicional: tradução literal das palavras por meio da gramática normativa, com aulas focadas em teoria e exercícios de memorização de conteúdo. No ensino de inglês, as escolas podem trabalhar com a tradução de textos inteiros ou de palavras soltas. Na perspectiva de conquistar o inglês fluente, pode ser um método mais demorado. 

  • Direta: valoriza o contato direto com a língua. Só pode se expressar em inglês na sala de aula, seja por palavras, gestos ou imagens. Para aprender, é preciso seguir a sequência de ouvir, falar, ler e escrever, sempre com ajuda de conversação e compreensão textual e gramatical. Seria um caminho para ter inglês fluente.

  • Audiolingual: o foco é falar e ouvir, sem ler ou escrever. As aulas são somente orais, com perguntas e respostas. Não há contato com teoria ou gramática, pois se acredita que o aluno aprenderá por meio da repetição das frases. É normalmente o foco de escolas que prometem inglês fluente em pouquíssimo tempo.

  • Comunicativa: com aulas baseadas no cotidiano e na realidade sociocultural do aluno, o foco é aprender o idioma no contexto em que é utilizado. Essa abordagem trabalha com a comunicação (leitura e escrita) entre os alunos nesses casos, com a troca de suas experiências.

  • Lexical: baseada no ensino de frases já prontas. Para essa abordagem, o aluno aprende o vocabulário, a gramática e a pronúncia de forma integrada. Assim, espera-se que o aprendizado seja rápido e eficaz, com poucos erros. Utiliza todas as habilidades comunicativas: fala, audição, leitura e escrita.

O melhor método de ensino de inglês fluente é aquele que atende ao objetivo

Para ter um inglês fluente, você deve escolher o método que melhor se adequa a este objetivo. É preciso reconhecer qual o problema que você deseja solucionar para, só então, procurar a solução

Se você quer ter inglês fluente para viajar para o exterior, o método de ensino deve ser focado em conversação, simulando situações típicas de viagens. Reservas de hotel, pedidos em restaurante, e pedidos por informações são alguns assuntos fundamentais.

Por outro lado, se você quer ter inglês fluente para os estudos ou para o trabalho, deve pensar em se preparar para exames de certificação internacional, como TOEFL (área acadêmica), TOEIC (área profissional), e Cambridge Assessment English, um dos mais importantes exames e cujos alunos do Centro Britânico possuem preparação especial — e que falaremos mais adiante.

Em resumo, o melhor método de ensino é o que satisfaz às suas necessidades e que se adequa ao seu perfil. E é exatamente assim que o Centro Britânico trabalha.

Método de ensino do Centro Britânico

O método de ensino do Centro Britânico é completamente focado em personalização do curso. Isso possibilita ter inglês fluente ao final do percurso de aprendizado.

O ensino do Centro Britânico leva em conta que cada aluno tem uma motivação e está em um momento de vida específico. Por isso, cada um deve aprender de forma individualizada. Isso significa que adequamos o ensino à necessidade do aluno, não existindo um método rígido. 

O Centro Britânico se baseia em 4 pilares: 

  1. Áreas de interesse do aluno: uns gostam de política, outros de tecnologia e cultura. O ensino do Centro Britânico considera as áreas de interesse do aluno para promover engajamento. Os professores consideram as predileções da turma para ministrar as aulas, sempre despertando o interesse.

  2. Objetivo do aluno: não importa se você deseja mudar de emprego ou obter uma promoção, fazer um intercâmbio, obter uma certificação ou internacionalizar a empresa. O ensino será focado em seus objetivos.

  3. Jeito que o aluno gosta de aprender: o professor traz para o aluno aquilo que faz mais sentido, seja vídeo, leitura, aplicativos. Ele monta algo único para o aluno se desenvolver da melhor maneira.

  4. Nível linguístico: alunos de níveis diferentes não ficam na mesma turma. É uma forma de balizar o ritmo de aprendizado por cima, não por baixo. Existe uma turma certa pra cada pessoa.

Para ter inglês fluente, o aluno deve considerar esses pilares do método de ensino, que garantem um aprendizado efetivo. Isso é fundamental para garantir um bom resultado, porque, infelizmente, as estatísticas brasileiras quanto ao idioma não são boas.

Apesar de termos o maior número de escolas de inglês no mundo, somente 1% dos brasileiros falam inglês fluente. Isso demonstra que, apesar da oferta e da procura, existem métodos falaciosos, que prometem um aprendizado rápido e fácil, mas não demonstram eficácia.

No Centro Britânico, nosso foco é o melhor resultado do aluno.

Todos os estudantes atingem o chamado nível C1 ou C2 do Quadro Comum Europeu. Esse quadro foi criado na Europa para balizar o conhecimento em inglês, e o método de ensino do Centro Britânico se orienta por essa proficiência. 

Por isso, desenvolvemos cursos para pessoas a partir de 3 anos.

Cursos para crianças e adolescentes

Os cursos para crianças abrangem crianças de 3 a 10 anos. São três:

  • Kids básico (3 a 6 anos): desenvolve as habilidades de compreensão e fala de forma lúdica e natural, sem interferência na alfabetização da escola regular. 

  • Júnior básico (7 a 10 anos): continua o desenvolvimento das habilidades de compreensão e fala, mas nos módulos 5 e 6 há introdução de escrita e leitura. A criança será capaz de descrever preferências e habilidades, dar informações pessoais, falar sobre os amigos e familiares. 

  • Teens básico (a partir de 10 anos): dá maior ênfase à conversação, utilizando situações cotidianas da faixa etária para promover a comunicação. O objetivo é o desenvolvimento e a prática das 4 habilidades: falar, compreender, ler e escrever.

Ao final do curso Júnior, o aluno pode realizar seu primeiro exame de Cambridge, o YLE Starters. Ao final do curso Teens, já pode se submeter ao YLE Movers.

Cursos para jovens

A partir dos 12 anos, os jovens podem começar sua jornada para ter inglês fluente com 5 cursos:

  • Básico (pré-intermediário starter): é semelhante ao Teens Básico, mas, ao final do curso, o aluno já conseguirá discutir assuntos relacionados ao presente, passado e futuro.

  • Intermediário (progress): depende do conhecimento adquirido no pré-intermediário (ou semelhante). Ênfase na conversação, mas com expansão de vocabulário e reciclagem de estruturas para acelerar o uso das 4 habilidades. Além de desenvoltura, o aluno adquire fluência, podendo participar de programas de intercâmbio e realizar o exame de Cambridge – KET. 

  • Pós-intermediário (higher): para quem possui conhecimento intermediário, esse curso dá ênfase à conversação, promovendo a prática do idioma por meio de discussões e debates em classe. Também há aprofundamento no conhecimento do nível intermediário. Ao final, poderá fazer o exame de Cambridge – PET e FCE. 

  • Avançado (advanced): voltado para aperfeiçoar a comunicação oral e escrita, com expressões e estruturas mais elaboradas. Ao final do curso, o aluno pode se submeter ao exame de Cambridge – CAE.

  • Avançado (fluency): sem prazo de duração, esse curso depende de conhecimento em nível avançado. Seu objetivo é oferecer oportunidades para praticar conversação em nível avançado, manter a fluência adquirida e aperfeiçoar a pronúncia por meio de expressões e vocabulário atualizados.

Cursos para adultos

Para adultos, o Centro Britânico sabe que o tempo é ainda mais valioso. Nem todos podem ficar anos estudando para ter inglês fluente. Por isso, os cursos voltados para pessoas acima de 16 anos têm características um pouco diferentes. Veja:

  • Básico (ignition): curso rápido, composto por 8 aulas, que serve como porta de entrada para alunos iniciantes.

  • Básico/Intermediário (steps): o objetivo é ensinar em pouco tempo as estruturas fundamentais para a comunicação. Simulações, materiais didáticos, discussões e diálogos com suporte gramatical e vocabulário garantem a fluência e dão segurança do aluno. Ao final do curso, com conhecimento de estruturas gramaticais, vocabulário e estratégias o aluno poderá realizar o exame de Cambridge – KET. 

  • Pós-intermediário (higher): para quem possui conhecimento em nível pós-intermediário, esse curso dá ênfase a conversação e comunicação em situações cotidianas, com discussões e debates em classe. Ao finalizar o curso, o aluno pode fazer o exame de Cambridge – PET e o exame FCE. 

  • Avançado (advanced): com objetivo de aperfeiçoar a comunicação oral e escrita, esse módulo dá ênfase à conversação. Ao final, é possível se submeter ao exame de Cambridge – CAE. 

  • Avançado (fluency): mesmo curso oferecido para jovens.

Além desses cursos voltados para o público-geral, o Centro Britânico trabalha também com cursos especiais para professores que desejam amplificar suas chances no mercado de trabalho. É o caso do CAE Preparation for Teachers (objetiva a certificação Cambridge Advanced) e o TKT Prep (Teaching Knowledge Test).

Ou seja, no Centro Britânico, o ensino é completo e personalizado para que cada aluno adquira o máximo de conhecimento.

Exames e certificações

O Centro Britânico propõe um método de ensino que também considera a faixa etária, pois cada uma se relaciona aos objetivos. No entanto, o inglês fluente não é comprovado só na prática. Por isso, a escola possui os cursos que citamos para preparar seus alunos para os exames internacionais, do Cambridge Assessment English (CAE).

O CAE é um departamento da Universidade de Cambridge que oferece exames em mais de 130 países. Ter uma certificação de Cambridge é um reconhecimento de competência. Por isso, o Centro Britânico prepara e inscreve seus alunos para os seguintes exames:

  • Pre-A1 Starters e A1 Movers (entre 7 e 12 anos): a certificação serve para motivar o aprendizado e a obtenção de mais certificações.

  • A2 Key: certificado de nível básico de inglês. Ele comprova que o aluno consegue compreender informações escritas simples (sinais, jornais e revistas), obter informações básicas durante uma viagem, responder e fazer perguntas simples.

  • B1 Preliminary: certificado de nível intermediário de inglês. Ele certifica que o aluno consegue, além de obter informações básicas durante uma viagem, reservar hotéis por telefone e trocar opiniões em seu trabalho.

  • B2 First: certificado de nível pós-intermediário de inglês. É o certificado aceito para programas de Bolsas de Estudo no exterior. Ele comprova que o aluno consegue entender textos de fontes variadas, fazer anotações em palestras, entender pessoas falando inglês em meios de comunicação, manter diálogos com temas diversificados, expressar sua opinião, argumentar e produzir textos de forma clara e detalhada.

  • C1 Advanced: é uma qualificação em nível avançado oficialmente reconhecida por universidades, órgãos governamentais e empresas do mundo todo. É aceito para programas de Bolsas de Estudo no Exterior. Ele comprova que o aluno está preparado para dominar as quatro habilidades do inglês de forma natural, lidar com textos acadêmicos complexos e tarefas corporativas em inglês, acompanhar um curso acadêmico em nível universitário, comunicar-se com eficácia em nível gerencial e profissional, participar de reuniões, seminários ou cursos de pós-graduação, e realizar pesquisas complexas.

  • C2 Proficiency: é uma qualificação de nível extremamente avançado em inglês. Comprova que o aluno é capaz de manter conversação em alto nível acadêmico e técnico, lidar com textos complexos e tarefas corporativas em inglês, e sobressair-se no mercado de ensino da língua inglesa.

  • TKT: exame destinado a professores de inglês.

Esses certificados são reconhecidos no mundo todo. Com eles, os alunos demonstram ser capazes de desenvolver as habilidades necessárias para o uso do idioma em situações reais. Para quem deseja comprovar o inglês fluente, são fundamentais.

In School

O Centro Britânico ainda trabalha com um método de ensino aliado às escolas de ensino formal. Neste caso, o programa In School é uma atividade extracurricular. A facilidade é oferecer aos pais e alunos um ensino de qualidade dentro da estrutura da escola

Isso significa não precisar se preocupar com locomoção e horários, além de usufruir do aprendizado com alto padrão de ensino a preços muito atraentes. 

In Company

Para atender às necessidades corporativas, o Centro Britânico também possui um método de ensino voltado a realidade deste universo, o programa In Company.

Por meio de cursos de inglês e espanhol, a escola presta seus serviços em suas instalações ou na empresa, com o objetivo de capacitar o público executivo nos idiomas a ter inglês fluente.

As aulas ministradas nas empresas podem ser General ou Business English.

O General English é o mesmo curso oferecido nas unidades, para grupos de até 8 meses ou com aulas individuais. As aulas são planejadas priorizando os objetivos do aluno ou do grupo.

O Business English possui as mesmas características do General English, mas aborda assuntos e vocabulários específicos do mundo dos negócios. Possui diversos níveis (Basics, Intermediate, Senior e Major) conforme o conhecimento adquirido. 

No básico, por exemplo, o aluno se comunica por meio de repertório modesto em situações previsíveis, como entrevistas de trabalho, participação em reuniões de negócios e conversas curtas ao telefone. No Major, ele já está apto a enfrentar situações complexas, como resolução de conflitos e tomada de decisão, bem como boa apresentação. 

 

Ter inglês fluente é uma forma de se destacar no mercado de trabalho, na vida acadêmica e pessoal. Com um método de ensino personalizado, como a do Centro Britânico, o inglês fluente será uma consequência natural do seu percurso na escola.

Que tal fazer uma Aula Grátis?

Comentários: