Ter inglês fluente é uma necessidade nos dias atuais. O mundo está hiperconectado, e a língua utilizada para a comunicação global é exatamente o inglês. Em países que não têm o inglês como língua nativa, ele será sempre a primeira opção de aprendizado de um segundo idioma.

Em outras oportunidades, mencionamos que aprender inglês ou outra língua impacta positivamente no desenvolvimento. Por isso, muitos pais procuram ajudar o filho a dominar o segundo idioma, mas não sabem como agir.

Pontuamos aqui 6 dicas para ajudar seu filho a ter inglês fluente e dominar o idioma. Confira!

A importância de ter inglês fluente

Antes de entrar nas dicas para ajudar seu filho a ter inglês fluente, é preciso compreender a importância de dominar o segundo idioma. Esse aprendizado tem enorme impacto na vida profissional e acadêmica, sem falar no desenvolvimento pessoal.

Quanto à vida profissional, o mercado de trabalho exige a fluência em inglês em inúmeras vagas. Há valorização de quem é fluente, pois isso abre muitas portas dentro e fora da empresa

Ter inglês fluente é poder se comunicar com profissionais de qualquer lugar do mundo. É, no mesmo sentido, poder trabalhar no exterior ou fazer um estágio empresarial em uma multinacional em outro continente. 

Além disso, dominar um dos idiomas mais falado é ter mais facilidade na rotina de trabalho. Os termos e textos em inglês são facilmente compreendidos, e sabemos que há ótimas informações em veículos estrangeiros.

Na vida acadêmica, ter inglês fluente também é muito importante para acessar publicações de autores e pesquisadores e textos científicos. Com um segundo idioma, o estudante também pode usufruir de um intercâmbio estudantil em outras universidades. Estudar um tempo fora do país enriquece bastante o currículo e o desenvolvimento pessoal.

E o que dizer que participar de congressos internacionais, enviando artigos em inglês para avaliação? É só mais uma evidência de que o inglês fluente possui um grande papel no desenvolvimento profissional de uma pessoa. 

6 dicas para ajudar seu filho a dominar o segundo idioma

Agora que você entendeu os impactos positivos do inglês fluente na vida do seu filho, hora de ajudá-lo a dominar o idioma!

Organizar a rotina de estudo por completo

O primeiro passo para otimizar qualquer estudo é organizar a rotina. É impossível aprender de forma efetiva sem organização. E o ponto principal é pensar em tempo e espaço.

Quanto ao tempo, a palavra de ordem é regularidade. Seu filho não conseguirá ter inglês fluente se não estudar pelo menos um pouco do idioma durante a semana. Claro que há enorme importância em descansar nos finais de semana e nas férias. Mas existe um ano letivo que pode servir de base para o estudo de inglês.

Ajude-o a fazer um planejamento da rotina, considerando o tempo para outras atividades e para o descanso. É importante que ele se mantenha fazendo coisas prazerosas e divertidas, porque isso ajuda na assimilação de conteúdo.

Quanto ao espaço, é preciso ter um local adequado para o estudo: silencioso, confortável, bem iluminado e sem distrações. Deixar à vista somente o necessário pode ser uma boa ideia para manter o foco.

Motivá-lo a estudar conforme os objetivos

Uma dica importante para ajudar seu filho a dominar o segundo idioma é a motivação. A aquisição das habilidades ao estudar um novo idioma pode ser otimizada quando existe um objetivo específico para o estudo.

Por isso, é interessante conversar com ele sobre como o inglês fluente pode servir para realizar os sonhos que ele têm. Escutá-lo falando sobre os desejos futuros pode te dar boas dicas de como estimular o estudo. 

Ele pensa em fazer um intercâmbio estudantil ou um estágio empresarial em uma multinacional? Ele quer ver filmes com áudio e legenda em inglês? Ele quer conversar com um colega australiano? Pode parecer bobagem, mas são pequenos objetivos que devem ser transformados em metas.

Isso porque a motivação deriva de um motivo: se você sabe onde quer chegar, vê sentido em suas ações. A motivação traz foco e atenção, o que facilita o aprendizado. E existem várias técnicas de motivação, como recompensa pelo esforço, ação instantânea e “dividir para conquistar”.

Fazer post-its com dicas práticas

Uma excelente maneira de dominar o idioma e ter inglês fluente é pensar na parte prática. A teoria é extremamente importante, claro. Saber as construções de frase, o vocabulário, os tempos verbais é premissa de quem tem inglês fluente.

Mas é possível reforçar tudo isso com as situações mais corriqueiras. E elas podem ser colocadas em post-it com expressões comuns do inglês, com maneiras de dizer uma expressão ou palavra, com verbos modais, sinônimos e outras minúcias do inglês. Veja alguns exemplos a seguir:

Post-it com expressões comuns do português:

  • That´s embarrassing = Que vergonha!

  • Saved by the bell = Salvo pelo gongo

  • Never heard of = Nunca ouvi falar

  • That´s awesome = Que ótimo!

  • That´s disgusting = Que nojo!

  • That´s too bad = Que pena!

  • Never mind = Deixa pra lá

  • What a relief = Que alívio!

  • Pretty soon = Em breve

  • As if! = Até parece!

Post-it com maneiras de dizer “mais ou menos”:

  • Kind off / Kinda

  • Sort off / Sorta

  • More or less

  • Not bad

  • About it

  • So so

Post-it com expressões prontas e úteis para não se perder:

  • Excuse me, could you tell me how to get to …? (Por favor, você poderia me dizer como faço para chegar no/em…?)

  • Sorry, I´m not from around here (Desculpe-me, eu não sou daqui)

  • Is this the right way to …? (Esse é o caminho certo para…?)

Estimular a conversação temática

Se estamos falando da importância da prática, nada melhor do que estimular a conversação, certo? Você pode conversar bastante com seu filho, em inglês, sobre assuntos específicos de interesse comum, como rotina da casa, filmes e seriados. 

Isso contribui bastante para ajudar no entendimento de contextos, o que reforça bastante a fluência.

Porém, essa conversação deve ser natural e confortável entre pais e filhos. Vocês não devem forçar a situação para que o filho aprenda a língua a todo custo. Principalmente se vocês não forem fluentes na língua inglesa.

É importante destacar também que não há qualquer evidência sobre a eficácia de utilizar com frequência uma segunda língua em casa para que a criança a aprenda. 

Resumindo, estimule a conversação de diversos temas apenas se isso for confortável para você e sua família. Se seu filho não estiver confortável, não force a barra, pois a situação pode gerar o efeito contrário.

Suspeitar de eventuais problemas no aprendizado

Uma dica muito importante para ajudar seu filho a dominar o inglês tem a ver com o processo de aprendizado.

Você já reparou se ele demonstra alguma dificuldade em aprender algumas coisas na escola? Se sim, é possível que ele apresente o mesmo problema na hora de aprender inglês.

Algumas crianças podem ter alterações de linguagem, fala ou outros aspectos de desenvolvimento psicossocial ao aprender a língua materna. Para elas, o aprendizado do segundo idioma pode ser mais custoso. Dislexia e outros tipos distúrbios de linguagem podem atrapalhar o desenvolvimento na escola, portanto.

Por outro lado, é preciso realizar uma análise mais abrangente também. Se seu filho não demonstra dificuldades na vida escolar, possui uma audição íntegra e boas habilidades de linguagem e aprendizagem em outras disciplinas, não necessariamente tem um distúrbio.

A dificuldade em aprender inglês pode se dar por outros fatores, como material pedagógico, metodologia de ensino, relação com professores e colegas, nível de autoestima e muito mais.

Para o caso em que há uma suspeita de atraso de linguagem (não há um desempenho linguístico coerente com a faixa etária), a dica é procurar um profissional para que seu filho seja avaliado. Um fonoaudiólogo é o profissional correto para identificar eventuais desvios. Ele, inclusive, saberá falar vantagens e desvantagens para a criança ou o adolescente aprender um novo idioma.

No segundo caso, é interessante adotar um comportamento em relação à instituição.

Reunir-se com professores, coordenadores e psicopedagogos da escola pode ajudá-lo a mapear o cenário. Juntos, vocês podem encontrar soluções para que seu filho tenha uma melhor experiência no aprendizado.

Colocá-lo em uma escola de inglês de qualidade

Para que seu filho tenha inglês fluente e domine o idioma, é preciso ter um auxílio externo. Uma escola de inglês de qualidade não apenas introduzirá a criança ao idioma, mas a conduzirá em direção à sua fluência completa. Assim, o aluno conseguirá se virar em qualquer situação. 

Uma escola com ensino de qualidade é garantia de inglês fluente quando o aluno se compromete com o aprendizado.

Mas o que seria um ensino de qualidade? 

Um dos pontos principais é a qualificação dos professores, que devem ser certificados, ter experiência com diferentes faixas etárias e serem bons gestores do conhecimento. Há outros indícios de que a instituição tem professores de qualidade, como:

  • Existe um nível de qualificação mínimo dos profissionais, que inclui a capacitação técnica. Isso significa ter licenciatura em Letras e certificações, tanto de proficiência (comprovam o nível de inglês) como de ensino do idioma (comprovam a capacidade técnica para ensinar).

  • A seleção de profissionais é feita a partir de critérios de qualidade, como formação, atualização com o mercado (inclusive quanto a métodos e abordagens de ensino) e estímulo para a capacitação continuada.

  • Os professores tem identificação com os cursos ministrados e com a instituição, o que os motiva a criar aulas mais interessantes.

Outra questão que integra o ensino de qualidade é um bom material didático dentro e fora de sala. Isso inclui apostilas, aulas online, vídeos, livros e outros meios. 

No mesmo sentido, uma boa escola de inglês adota uma metodologia de ensino inovadora, com formas ativas de aprendizagem que focam na autonomia e na interação do aluno. 

Somando todos os pontos fortes, é certo que uma escola de qualidade terá alunos com ótimo desempenho. E é por isso que uma escola de inglês que busca excelência é comprometida com o resultado de seus estudantes.

Ela incentiva o estudo com iniciativas focadas na aprendizagem do aluno (aulas de apoio, projetos, eventos educacionais) e promove a interação. Ela engaja seus estudantes com intercâmbios e simulados para exames com certificados de proficiência.

Centro Britânico: Excelência no ensino do inglês

No Centro Britânico, por exemplo, existe uma variedade de exames que capacitam e o aluno e contribuem para que ele tenha inglês fluente.

Por fim, vale mencionar outros três fatores que fecham os pontos fortes de uma escola de qualidade:

  • Reputação: uma escola de qualidade oferece que oferece como resultado final o inglês fluente certamente terá boa reputação no mercado. O Centro Britânico, por exemplo, está há 51 anos no mercado, se renovando e se atualizando conforme as tendências. Não se esqueça de avaliar o histórico de sucesso e as perspectivas da instituição em relação à modernidade.

  • Estrutura física: o ambiente físico exerce importante papel no aprendizado e deve facilitar a gestão de conteúdo pelo professor e propicia maior compreensão do idioma pelo aluno. Conforto, boa iluminação, recursos multimídia e espaços de interação favorecem o ensino.

  • Segurança: preocupar-se com a segurança de todos da escola, seja com profissionais especializados, seja com equipamentos de segurança, dá tranquilidade a todos, que podem voltar sua atenção somente para o aprendizado.

Para ter inglês fluente, o aluno deve se empenhar bastante com o aprendizado do idioma. Muitas crianças e adolescentes têm contato com a língua desde muito jovens, e isso pode contribuir bastante para o desenvolvimento com o idioma.

No entanto, os pais têm um importante papel para que seu filho domine o idioma e tenha inglês fluente. Além de organizar a rotina de estudo, devem motivá-lo a estudar conforme os objetivos.

Post-its com dicas práticas e cotidianas, bem como a conversação com temas de interesse dele podem ajudar.

O que é de extrema importância é ter um ensino formal, qualificado, com bons exames e certificações reconhecidas no exterior. Assim deve ser uma escola de inglês. Ela ajudará o aluno a desenvolver seu melhor desempenho para, ao final do curso, chegar ao objetivo de ter inglês fluente.

É exatamente como o Centro Britânico trabalha. Com solidez no mercado e excelência, oferecemos todas as ferramentas necessárias para o sucesso do seu filho no aprendizado da língua universal.

Aproveite para nos conhecer com nossa Aula Grátis Online!

Comentários: