Muitos pais querem dar a seus filhos as melhores chances de sucesso. Por isso, se perguntam frequentemente: “Como ajudar meu filho a estudar inglês?”. Afinal, o aprendizado de um segundo idioma abre muitas possibilidades, certo?

Desenvolver-se fora do Brasil, seja com intercâmbio, estudos ou trabalho, além de ser mais competitivo no mercado de trabalho nacional. Realmente, estudar inglês se tornou pré requisito para qualquer boa vaga. E quanto mais cedo seu filho ingressar no estudo formal do idioma, melhor. Assim, ao fim do período escolar, ele estará mais preparado, pois o aprendizado aconteceu de forma natural.

Por tudo isso, vale ou não a pena separar um tempo e saber como ajudar seu filho a estudar inglês?

Vale! E separamos aqui algumas dicas que podem ajudá-los nessa tarefa. Confira!

Como ajudar meu filho a estudar inglês?

A metodologia de ensino de uma instituição é pensada sempre em seu público-alvo. Técnicas, práticas e ferramentas contribuem diretamente para o processo de aprendizagem de crianças, jovens e adultos. Para cada idade, recomenda-se um conjunto adequado, que é exatamente a metodologia.

No entanto, quando trazemos o aprendizado para o ambiente domiciliar, a história se complica. E o motivo é simples: os pais nem sempre têm tato ou preparo para ensinar. E é aí que a pergunta “como ajudar meu filho a estudar inglês?” aparece com frequência.

Em um contexto que a criança ainda não está no ambiente escolar, o desafio pode parecer ainda maior. Porém, felizmente, existem coisas fáceis que os pais podem fazer para servir de base para o estudo, bem como para motivar os filhos a estudar. Veja a seguir.

Proponha brincadeiras

As brincadeiras e as atividades lúdicas são maneiras eficientes de ajudar sua filha a estudar inglês. Por ter um clima de descontração, a criança fixa melhor aquele momento de contato com o idioma. Em alguns casos, é mais eficiente do que aulas e exercícios.

O número de possibilidades é infinito. Existem brincadeiras para cada faixa etária. Para crianças acima de 5 anos, algumas delas são:

  • Batata quente: outra brincadeira em família que se baseia em objetos. Escolha alguns objetos para a brincadeira e toque uma música. Quando ela parar, quem estiver segurando o objeto deve falar o nome dele em inglês.

  • Jogo da memória: trabalha bastante o vocabulário de animais, comida, plantas, objetos, esportes e muitas outras categorias.

Para crianças a partir dos 8 anos, a Adedanha (Stop) é ótima! É uma brincadeira para jogar em família e também envolve categorias, como países, animais, frutas, cores, objetos e o que desejarem. É só definir uma letra para cada rodada e preencher as lacunas. O primeiro que acabar grita “Stop” ou “Adedanha”. O foco aqui é desenvolver a criatividade e a escrita em inglês.

Estude todos os dias de alguma maneira

Como ajudar meu filho a estudar inglês?” Essa pergunta tem várias respostas, e uma delas é inserir o idioma na rotina de alguma forma. O inglês deve fazer parte do cotidiano familiar. Utilizar palavras e expressões em alguns momentos, como gentilezas e cumprimentos, é excelente. Por que não acordar com um “good morning” ao invés de “bom dia”?

São pequenos gestos que promovem a prática regular do idioma estrangeiro, porque aproximam a criança desse universo. Seu objetivo é tornar o aprendizado e a fluência cada vez mais natural.

Quando os pais têm dificuldades com o idioma, pode ser mais difícil introduzir isso na rotina. Mas pense em coisas bem simples, que podem ser aprendidas na internet. Cumprimentos, nomes de animais e cores, tudo isso é fácil saber. Isso é uma prática bastante positiva até mesmo para os pais, que começam a ter mais contato com a língua.

Considerando que as novas gerações têm muito contato com a tecnologia, os termos relacionados a esse universo também podem ser utilizados no dia a dia. Mas lembre que a inserção do inglês deve ser algo prazeroso.

Por isso, antes de saber “como ajudar meu filho a estudar inglês”, você deve pensar em um contato sempre positivo com o idioma. Nada de cobranças.

Assista a desenhos e filmes infantis

Desenhos e filmes infantis são diversão garantida para os pequenos, certo? Por isso, ao se perguntar “como ajudar meu filho a estudar inglês”, insira-os em sua rotina com o idioma.

Para os bebês, o áudio em inglês estimula o cérebro a reconhecer e produzir fonemas na língua. Para crianças maiores, experimente trocar o idioma de um filme ou desenho que elas já conhecem. Se ainda não sabem ler, conseguirão fazer associação do som com as imagens. Já aquelas que sabem ler podem ainda ler as legendas para se familiarizar com a novidade.

Tenha o cuidado de escolher algo que sua filha goste de assistir. Assim, ela verá mais sentido na atividade e permanecerá interessada. Afinal, essa prática não deve ser uma obrigação, mas uma experiência leve e divertida. É o primeiro passo para querer sempre estar em contato com a nova língua e estudar inglês.

Você ainda pode pegar um “gancho” e promover brincadeiras com o desenho que ela mais gosta. Um teatro de bonecos com termos em inglês pode ser bem legal!

Cuidado apenas com o número de horas que a criança passa em frente à TV ou outro dispositivo. Os limites são importantes para que elas adquiram uma rotina saudável. Que tal 2 filmes por semana ou 1 hora de desenho por dia?

Motive seu filho

A motivação é um elemento fundamental no aprendizado. Para entender seu efeito, pense em como você trabalha quando está motivado. A produtividade é maior, o desejo que contribuir também. Em outras palavras, sua atuação global é mais eficiente.

As crianças também se sentem melhor quando são motivadas. Na infância, elas errarão bastante a pronúncia, por exemplo, inclusive na língua materna. Em muitos casos, podem não compreender o que foi dito. Mas estudar inglês é lidar com essas barreiras, que são ultrapassadas com a prática e com o tempo.

Por isso, os pais devem acolher os filhos da melhor forma no processo de aprendizado. Eles não devem ter vergonha de perguntar, pelo contrário. A dúvida é importante na hora de estudar inglês.

Além de adotar ferramentas que os incentive a aprender um novo idioma, pense nos interesses deles. Sua filha gosta de tecnologia? Procure um aplicativo que a coloque em contato com o idioma.

Um ponto que merece atenção é não comparar seus filhos entre si e com terceiros. Cada criança possui pontos fortes e fracos no aprendizado. Por isso, elogie os esforços e as conquistas, e motive a cada erro. Assim, o aprendizado do inglês se dará de forma natural, sem pressão.

Estimule sua filha a ouvir músicas em inglês

Como ajudar meu filho a estudar inglês com música”? Dançando e cantando juntos, em voz alta. A música é uma ferramenta que pode ser utilizada em nossos processos pessoais e profissionais. Ela só traz benefícios, como equilíbrio, concentração, prazer e bem-estar.

Se você entrar em uma plataforma de streaming musical, verá playlists para cada momento. Estudar, relaxar, treinar. A música é, sem dúvidas, uma companheira para todas as horas. E por que não para estudar inglês com sua filha?

Escute músicas em inglês, de preferência de acordo com a faixa etária. As habilidades de ouvir, falar e escrever são estimuladas com essa prática simples. Se sua criança ainda é mais nova, as músicas devem ter frases curtas, pouco vocabulário e repetições.

Canções que ensinam alfabeto, meses do ano, números, estações climáticas e outros pontos são ótimas. “Old Mc’Donald had a farm, IA IA Ô” é a versão em inglês de “Seu Lobato tinha um sítio, IA IA Ô” e aborda bastante coisa legal!

Na medida em que sua filha cresce, outras músicas mais complexas podem ser utilizadas. Que tal pegar as trilhas sonoras dos filmes infantis e propor uma atividade lúdica? Ou então propor um estudo profundo para relacionar determinada música com a história? Para tanto, os pais devem adotar algumas práticas, como:

  1. Peça a criança para ouvir a música com atenção e escrever ou desenhar o que ela entender;

  2. Se ela tiver mais do que 8 anos, é possível tentar identificar palavras avulsas. Uma música que fala sobre animais, por exemplo. Quais foram identificados? E as cores? Anote tudo que for identificado;

  3. Por fim, depois de muito escutar, cante com a criança seguindo a letra. Isso servirá para adquirir intimidade com o idioma.

Use a tecnologia seu favor para estimular seu filho a estudar inglês

Utilizar a tecnologia como instrumento de estudo é fundamental atualmente. Os dispositivos móveis, os computadores e os videogames podem ser grandes aliados na hora de estudar inglês.

Como mencionamos, existem jogos e aplicativos voltados para o ensino do idioma. Além disso, é o idioma universal das plataformas digitais. Utilizar tais ferramentas e tirar o melhor delas em prol do aprendizado.

Tenha um cantinho da leitura

Se você se pergunta “como ajudar meu filho a estudar inglês”, mas não tem o hábito da leitura, pense em adquiri-lo. As crianças aprendem bastante pelo exemplo. Quando os pais têm esse hábito, elas entenderão como algo a ser seguido, importante.

Mesmo que vocês não leiam bastante, incentive seus filhos a terem um momento para ler. Uma forma de fazer isso é ter um espaço confortável e silencioso apropriado para a leitura. Pense sempre em um momento lúdico, em que se pode explorar entonações e interpretações para contar a história.

Os livros são importantes na hora de estudar inglês, seja qual idade for. É possível fazer associações com imagens, por exemplo, trabalhar cores e muito mais. Se for um livro com historinha conhecida, mas escrito em inglês, isso será ainda mais fácil. A criança poderá focar na gramática e no vocabulário. Opte por livros divertidos, que ela já gosta, porque servirá como incentivo.

Além dos livros comuns, é possível usar histórias em quadrinhos e livros que têm elementos sonoros. Mas pense sempre em publicações com linguagem e expressões de estrutura simples. Aos poucos, livros mais desafiadores serão requisitados pelas próprias crianças.

E, claro, sempre pense nas lições de vida que os livros trazem. Explore bastante as conclusões de cada história. E aproveite o momento para contribuir para o desenvolvimento pessoal da sua filha.

A leitura estimula a concentração, o raciocínio, a criatividade e o vocabulário. Por isso, é tão importante na hora de estudar inglês. Que tal unir a leitura de um livro com um teatro?

Matricule a criança em atividades extracurriculares

Nossa última resposta para sua pergunta “como ajudar meu filho a estudar inglês” é simples: atividades extracurriculares.

Muitos pais ainda não colocaram suas filhas em escolas de inglês. Isso é natural, principalmente porque podem pensar que o ensino é mais efetivo se elas ingressarem mais tarde. Na realidade, não existe exatamente uma melhor idade para estudar inglês.

Bebês identificam fonemas, crianças menores desenvolvem o cérebro com o ensino bilíngue e as maiores aprendem com muita eficácia, adquirindo fluência ao final do curso. Independentemente da idade, saiba que existe um curso adequado para ela.

Basta encontrar uma escola com metodologias apropriadas.

Além disso, outras atividades extracurriculares podem contribuir muito para o aprendizado. As crianças precisam de tempo para descansar e brincar. E isso pode ocorrer em aulas de esportes, onde se divertem enquanto desenvolvem habilidades motoras e cognitivas.

Pense em atividades variadas, que podem ter ou não elementos tecnológicos. O importante é que a criança realmente goste do que está fazendo. Assim, seu desenvolvimento será natural e maior. Mas lembre-se da importância do descanso, combinado?

O dilema “como ajudar meu filho a estudar inglês” está em muitas famílias. Os pais se preocupam com o desenvolvimento intelectual dos seus filhos, de modo que se preparem para o futuro. Estudar inglês é uma atividade primordial nos dias atuais e deve ser incluída na rotina.

Com brincadeiras, filmes, desenhos, músicas, tecnologia, livros e atividades extracurriculares, o ensino pode ser lúdico e eficaz. Um pouquinho por dia já faz diferença na intimidade da criança com um novo idioma. E um curso de inglês pode ser um ótimo início!

Agora, que ajudar seu filho a dar esse pontapé inicial — de forma gratuita e online? É só inscrevê-lo na aula grátis da Centro Britânico e descobrir como o inglês pode, logo de cara, transformar sua vida!

Comentários: